Ao navegar no nosso site assumimos que aceita a utilização de cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência de navegação e serviço. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar

Mecalux equipa nova instalação da Luís Simões com Pallet Shuttle e estantes de paletização convencional

Mecalux finaliza o projeto de armazenagem de um novo centro logístico de 20.000 m² em Portugal

Luís Simões
Luís Simões é uma empresa de logística integrada, líder no mercado de fluxos entre Espanha e Portugal. Com o objetivo de impulsar o seu projeto de internacionalização, recentemente inaugurou um novo centro logístico em Portugal. Para conseguir a máxima capacidade de armazenagem e uma maior velocidade operativa, a Mecalux equipou a nova instalação com o sistema compacto Pallet Shuttle e com estantes de paletização convencional.
Mecalux equipa nova instalação da Luís Simões com Pallet Shuttle e estantes de paletização convencional

Necessidades do cliente

A Luís Simões é um operador de serviços integrais de transporte e logística que iniciou a sua atividade em 1948 em Loures, Portugal. Opera em Espanha há mais de 25 anos, sendo atualmente líder no mercado de fluxos entre os dois países, com uma frota de 2.000 veículos (próprios e subcontratados) e com mais de 1.500 colaboradores. Presta serviços integrados de logística em mais de 20 armazéns, com cerca de 300.000 m², em 10 regiões diferentes da Península Ibérica.

Dando continuidade ao plano de ampliação e modernização das suas instalações de armazenamento na nova plataforma logística no porto de Leixões (Porto), a empresa encomendou à Mecalux o equipamento de dois armazéns de nova construção de grandes dimensões, uma vez que cada um conta com quase 10.000 m² de superfície.

O objetivo prioritário consistia em conseguir uma maior capacidade de armazenamento e velocidade no fluxo de entradas e saídas das paletes no armazém para, assim, poder atender com maior eficiência as necessidades dos seus atuais e potenciais clientes.

Solução proposta pela Mecalux

Após analisar a operativa, as necessidades e os fluxos exigidos pela Luís Simões, a Mecalux propôs uma solução diferente para cada armazém, embora estejam interligados entre si e partilhem o mesmo centro de gestão e controlo.

Para além disso, o novo centro logístico dispõe de 34 cais de carga e descarga, bem como de três amplas zonas de consolidação de pedidos destinadas às pré-cargas.

Armazém A
Combinou-se o sistema compacto semiautomático Pallet Shuttle com estantes convencionais, dando lugar a duas zonas de armazenamento diferenciadas atendidas em ambos os casos por empilhadores retráteis.

No total, foram instaladas sete estantes duplas e uma simples de paletização convencional e dois blocos de estantes compactas com o sistema Pallet Shuttle, com seis níveis de carga e capacidade para armazenar 15 paletes em profundidade por nível. O armazém dispõe de oito corredores de armazenagem, um destes é comum a ambos os sistemas, e dois corredores transversais que servem também de corredores de evacuação.

O sistema Pallet Shuttle permite um ótimo aproveitamento do espaço e maior velocidade operativa, já que a carga é deslocada pelo interior das estantes por meio de um carro elétrico controlado por um tablet com ligação Wifi. Para otimizar as operações de carga e descarga e aumentar o número de ciclos por hora a instalação da Luís Simões conta com seis carros Pallet Shuttle, que podem realizar numerosas funções, como o controlo de stock ou selecionar o tipo de palete.

O nível inferior das estantes de paletização convencional foi disponibilizado para realizar as funções de picking, uma vez que uma alta percentagem das encomendas da Luís Simões assim o exige. Também se dispôs de um espaço suficientemente amplo para efetuar a posterior consolidação dos pedidos.

Os cais, situados de ambos os lados, dispõem no solo dos seus próprios canais de pré-carga permitindo aceder às paletes pelos dois lados e, dessa forma, otimizar a carga dos camiões.

A capacidade obtida é de 10.386 paletes sobre estantes convencionais e 5.544 no sistema Pallet Shuttle.

Armazém B
Composto por vinte alinhamentos de estantes de paletização convencional de profundidade simples, que permitem o acesso direto à mercadoria e oferecem a máxima flexibilidade. As estantes, de 130 m de comprimento, utilizam 10 corredores de armazenamento através dos quais circulam os empilhadores retráteis.

A sua distribuição em altura pode ser de 7, 8 ou 9 níveis, dependendo do produto que se deposite e das medidas da unidade de carga, que podem ser europaletes (800 x 1.200 mm) ou paletes americanas (1.000 x 1.200 mm).

O último nível de armazenamento encontra-se a 12 m de altura. Para facilitar a sua manipulação, evitar possíveis impactos e centrar corretamente as paletes e/ou os garfos, foram instaladas câmaras na parte superior do empilhador.

Três corredores transversais cruzam as estantes para favorecer os movimentos dos operários e, ao mesmo tempo, permitir que sejam utilizados como corredores de evacuação em caso de emergência. A parte superior destes corredores permite vários níveis de armazenagem.

Devido ao seu extenso comprimento e com a finalidade de percorrer a menor distância possível durante as tarefas de movimentação, foram dispostos oito cais de carga em ambos os extremos.

A capacidade total do armazém B é de 19.503 paletes.

Benefícios para o cliente

O projeto implementado pela Mecalux, e inaugurado no verão de 2015 permitiu à Luís Simões obter os seguintes benefícios:

  • Excelente aproveitamento do espaço: la flexibilidade das estantes de paletização convencional, que foram adaptadas às diferentes medidas da unidade de carga (algo habitual em operadores logísticos “multicliente”), e a compactação proporcionada pelo sistema Pallet Shuttle permitem uma capacidade total de 35.433 paletes.
  • Melhorar a produtividade: o Pallet Shuttle aumenta o fluxo de paletes por hora, além de possibilitar uma maior diversificação ao permitir o agrupamento de referências por canais.
  • Posicionamento estratégico: esta nova plataforma logística localizada em Porto Leixões proporcionou uma importante vantagem competitiva à Luís Simões, situando-a como destacado centro logístico do Atlântico e impulsionando o seu projeto de internacionalização.

A combinação de capacidade e agilidade permite à Luís Simões oferecer aos seus clientes um elevado nível de serviço e tempos de entrega reduzidos, consolidando a sua posição como fornecedor de serviços logísticos de referência na Europa.

  • Estantes compactas com sistema Pallet Shuttle atendidas por empilhadores retráteis
    Estantes compactas com sistema Pallet Shuttle atendidas por empilhadores retráteis
  • No armazém A é combinado o sistema compacto semiautomático Pallet Shuttle com estantes convencionais
    No armazém A é combinado o sistema compacto semiautomático Pallet Shuttle com estantes convencionais

Ficha técnica

Plataforma logística no porto de Leixões (Porto)
Comprimento das estantes:: Armazém A: 166, 4 m / Armazém B: 166,2 m
Largura das estantes:: Armazém A: 59,5 m / Armazém B: 59,7 m
Altura das estantes:: 15 m
N.º de estantes convencionais:: Armazém A: 15 estantes de 92,2 m comprimento x 12,5/14 m altura / Armazém B: 20 estantes de 130 m comprimento x 12,5/13/14 m altura
Nº de estantes com Pallet Shuttle:: Armazém A: dois blocos de estantes compactas de 13,15 m comprimento x 15 m altura
Nº de carros:: 6 carros elétricos
Nº níveis de carga:: 6, 7, 8, 9
N.º de corredores:: Armazém A: 8 / Armazém B: 10
Largura do corredores:: 3.250 mm
Nº de módulos por estante:: Armazém A: 32 / Armazém B: 38
Unidade de carga:: Europaletes, 800 x 1.200 mm / Paletes americanas, 1.000 x 1.200 mm
Capacidade total:: 35.433 paletes
Peça informação e/ou orçamento

Fale com um especialista 211 450 662