Ao navegar no nosso site assumimos que aceita a utilização de cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência de navegação e serviço. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar

Mecalux aumenta a facturação em 12% e lucros em 18%

27/11/2008

A Mecalux continua o seu ritmo de crescimento ao manter o aumento das vendas em 12% e, ao melhorar os seus lucros em 18%. A empresa alcançou neste terceiro trimestre 496 milhões de euros de vendas e 40 milhões de lucro. No mesmo período do ano anterior as vendas foram de 44 milhões de euros e os lucros de 33 milhões de euros. A Mecalux atribui o forte crescimento à evolução positiva de todos os mercados. É importante destacar a evolução dos mercados da Europa de Leste, com um crescimento na filial polaca de 73% e o excelente comportamento de alguns países como Brasil, no qual a Esmena, empresa do Grupo Mecalux teve um crescimento de 83%. Por outra parte, a Mecalux considera que a aposta pela divisão de armazéns automáticos implica um contínuo crescimento em todos os mercados devido às constantes necessidades de automatização em muitas empresas.

Melhoria dos rácios de rentabilidade e dívida
O EBITDA também registou um crescimento de 5%, passando dos 68 milhões de euros para os 71 milhões em relação ao mesmo período homólogo do ano anterior. Também aumentou o lucro antes de impostos em 13% situando-se nos 49 milhões de euros. O aumento do lucro líquido é superior, um 18% alcançando os 40 milhões, é importante destacar que o Grupo Mecalux realizou deduções fiscais na filial polaca relacionadas com os investimentos realizados na Polónia.

A dívida líquida do Grupo baixou 89%, fixando-se nos 19 milhões de euros, contra os 175 milhões atingidos no mesmo período anterior. O património líquido também aumentou, passando dos 218 para os 423 milhões de euros, com um aumento de 94%. O rácio de dívida líquida sobre património passa a ser de 0,05, enquanto que o rácio de dívida líquida sobre EBITDA passa a ser de 0,27. Cabe relembrar que no passado 18 de Julho foi realizado a ampliação de capital com direito de preferência na subscrição de novas acções, pelo qual a Caja Madrid passa a dispor de 20% das acções do Grupo. O total desembolsado pela Caja Madrid foi de 168 milhões de euros.

Vendas por áreas geográficas
A Mecalux aumentou as suas vendas em todos os mercados, com maiores crescimentos na área MERCOSUR, um 60% e Europa de Leste, 64%. No sul da Europa o aumento das vendas foi de 2% e na área Nafta 10%.

Situação na Europa
Em Espanha, França, Itália e Portugal, a facturação aumentou 2%. Os mercados que verificaram um melhor comportamento foram Portugal e França. Contudo, a situação exige cautela, já que os pedidos nestas zonas baixaram 7% provavelmente devido à situação económica actual.

Continuam com uma evolução muito positiva nos mercados da Europa Central e de Leste, nos quais a facturação aumentou 64%. A filial polaca aumentou as vendas em 73%.

Situação na área Nafta
O aumento das vendas nesta área foi de 10% e estas representam 14% das vendas totais do Grupo. Em México o crescimento das vendas foi de 50% em moeda local, o que explica o crescimento global da área. Nos Estados Unidos a filial da Mecalux sofreu um retrocesso de 9%.

Área MERCOSUR
As vendas na América do Sul aumentaram 60%. Na Argentina, onde o Grupo Mecalux mantém a sua liderança, as vendas cresceram 52% em moeda local. No Brasil as vendas verificaram um aumento neste terceiro trimestre de 83%. Finalmente, no Chile as vendas alcançaram um crescimento de 7% em moeda local.

Próxima Assembleia Geral Extraordinária de Accionistas
A empresa tem previsto celebrar a Assembleia Geral Extraordinária de Accionistas nos dias 4 ou 5 de Novembro de 2008, em primeira ou segunda convocatória, respectivamente. Nesta próxima Assembleia Geral de Accionistas se apresentará as nomeações dos membros do Conselho de Administração, Mariano Pérez Claver e Ángel Córdoba Díaz, propostos por Caja Madrid, a distribuição de um dividendo extraordinário de 0,16 euros brutos por acção, com recurso a reservas disponíveis, um total de 5.377.240 euros (o total de acções do capital da sociedade ascende a 33.607.750) e a realização de um aumento de capital por incorporação de reservas, na proporção de 1 acção nova por cada 10. O aumento que deu entrada a Caja Madrid no capital com um 20% foi comunicado à CNMV no passado dia 3 de Junho e subscrito a 14 de Julho. A entrada da Caja Madrid implica um importante impulso ao forte processo de crescimento e expansão nos mercados internacionais que está realizando a Mecalux.