Ao navegar no nosso site assumimos que aceita a utilização de cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência de navegação e serviço. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar

Mecalux aumenta a facturação em 82% e lucros em 56%

02/03/2007

O Grupo Mecalux mantém e aumenta o seu crescimento graças à sua expansão em novos mercados e à aposta pela automatização e à robótica nos armazéns. O aumento das vendas foi geral em todos os mercados e implicou um crescimento de 82%, passando dos 292,5 milhões de euros de 2005 para os 531,1 milhões de euros de 2006. Cabe destacar que a Mecalux incorporou o Grupo Esmena, levando a um aumento do volume de negócio consolidado de 154,2 milhões de euros. O crescimento das vendas do Grupo Mecalux, sem ter em conta a Esmena foi de 29%, algo superior ao alcançado pela Esmena que foi de 21%. Por outra parte, o resultado líquido aumentou em 56%, passando dos 30,9 milhões de euros para os 48,2 milhões de euros.

Aumento da rentabilidade da empresa
O EBITDA, resultado antes de impostos e amortizações, foi de 70 milhões de euros, o que representa um aumento de 66% em relação ao período homólogo do ano anterior que foi de 42,1 milhões de euros. A rentabilidade da Mecalux melhorou devido a que soube aproveitar as economias de escala que permite o próprio crescimento da empresa e sua expansão, e também devido a que aumentou consideravelmente a utilização das instalações produtivas. O EBIT, resultado de exploração foi de 50,1 milhões, representando um crescimento de 61%.

Expansão em mercados internacionais
A Mecalux continua com o seu crescimento de vendas em todos os mercados em que opera e fortalece a sua presença nos mercados de recente implementação. Na Europa do Sul, este crescimento foi de 22%, noutros mercados europeus atingiu os 61%. Também é de salientar que na área NAFTA o crescimento das vendas atingiu os 41% e na América do Sul registou um 35% de crescimento.

EUROPA
Na Europa as vendas aumentaram de forma muito significativa, em geral um 22% na zona sul e um 61% nos restantes mercados europeus, neste último sobretudo devido ao impulso das vendas no mercado polaco. Também cabe destacar a excelente evolução das vendas de armazéns automáticos depois da compra da filial do Grupo ThyssenKrupp. A venda de armazéns automáticos, já consolidada em Espanha, aumentou graças aos pedidos das zonas do Centro e América do Sul, assim como de diferentes projectos em França e a actividade comercial da Europa de Leste. Neste sentido, nova fábrica localizada na Polónia dedicada exclusivamente ao fabrico de componentes e equipamentos para a automatização de armazéns, vai contribuir para um novo impulso às vendas e um serviço mais próximo aos novos mercados do da Europa de Leste.

AREA NAFTA
Os mercados norte-americanos passaram dos 60,9 milhões de euros de vendas de 2005 para os 86,0 milhões de euros de 2006. Nos Estados Unidos este aumento foi de 51% e em México de 28%, sempre em moeda local.

AMÉRICA LATINA
Na Argentina, o Grupo Mecalux é líder de mercado e melhorou as suas vendas em 40%, enquanto que no Chile as vendas cresceram em 76%.

Distribuição das vendas por zonas: aumento da diversificação geográfica
Em 2006 a distribuição das vendas foi de 61% na Europa do Sul, 14% noutros mercados europeus, um 17% na área NAFTA e 8% na América do Sul, traduzindo-se num aumento da diversificação geográfica da actividade do grupo.

O Grupo Mecalux investe 36,5 milhões de euros em diferentes projectos

  • Novo centro de produção de equipamentos para a robótica e automatização de armazéns em Gliwice, Polónia. Em 2006 o Grupo alcançou no sector dos armazéns automáticos a massa crítica necessária para justificar a criação de um centro de produção dedicado de cerca de 20.000 m2, que se somam aos 35.000 actuais dedicados à produção de estantes. Factores que influíram na escolha desta localização foram a possibilidade de receber ajudas fiscais por parte do Governo local, os melhores custos produtivos e a proximidade geográfica com países em forte desenvolvimento e crescimento económico da Europa Central e de Leste. Desta forma, a Mecalux poderá oferecer um melhor e mais rápido serviço aos países da área geográfica na qual se encontra e que experimentam um considerável crescimento económico. Esta fábrica estará operativa durante a primeira metade do presente exercício.

  • Ampliação da fábrica de Esmena em Gijón. O forte aumento das vendas do Grupo e as excelentes perspectivas económicas de futuro, necessitam de uma maior capacidade de produção nos mercados do sul da Europa. Aos actuais 32.000 m2 foram realizados outros 15.000 m2. Para além disso, é intenção do Grupo aumentar a integração produtiva de Esmena para conseguir, assim, um aumento dos lucros e aproximá-los aos níveis da Mecalux. Parte deste investimento, será realizado durante os próximos três anos e contará com uma subvenção parcial do governo local do Principado das Astúrias, que reduzirá o esforço de investimento do Grupo.

  • Paralelamente, a fábrica da Mecalux em Chicago foi ampliada com mais 10.000m2, que se somam aos 25.000m2 actuais, dando resposta à necessidade de uma maior produção, provocada pelo crescimento das ventas neste mercado.

    Aumento dos fundos próprios
    Os fundos próprios da empresa aumentaram de 168,7 milhões em 2005 para os 202,2 milhões em 2006. A dívida líquida do grupo sofreu um ligeiro crescimento atingindo os 175,9 milhões de euros, devido ao forte aumento das vendas e ao seu impacto no capital circulante, como também pelos investimentos mencionadas anteriormente. Sem embargo, a porcentagem de dívida líquida sobre fundos próprios foi reduzida de 0,89 a 0,87.

    Aquisição de uma opção de compra sobre a americana UFC Interlake Holding Co
    A Mecalux iniciou o ano com uma forte aposta pela internacionalização e pelo mercado americano ao anunciar no passado dia 11 de Janeiro a aquisição de uma opção de compra sobre a americana UFC Interlake Holding, Co. sociedade holding, na qual estão integradas as companhias United Fixtures Company, Inc e Interlake Material Handling, Inc, um dos principais fornecedores de sistemas de armazenagem dos Estados Unidos. A aquisição de uma opção de compra por parte da Mecalux responde a uma estratégia de fortalecimento da sua presença no mercado americano e consolidar assim a sua posição como fornecedor global de sistemas de armazenagem automáticos a nível mundial. No caso de exercer esta opção de compra em 2008, o grupo Mecalux alcançaria uma facturação estimada de mais de 1.000 milhões de euros, com um EBITDA superior aos 140 milhões. Convertendo-se, assim, no segundo fornecedor de sistemas de armazenagem a nível mundial com uma posição muito vantajosa para o desenvolvimento de tecnologias de armazenagem automática e sua implementação em todos os mercados. O preço que a Mecalux pagou para adquirir esta opção de compra foi de 7,5 milhões de dólares.