Ao navegar no nosso site assumimos que aceita a utilização de cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência de navegação e serviço. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar


SGA para Produção

Integração real dos processos de abastecimento nas linhas de produção com o armazenamento de produto acabado

Contacte os nossos especialistas

Visibilidade do stock em tempo real e rastreabilidade de matéria-prima e produtos semielaborados ou acabados

Os processos de fabricação podem representar uma das áreas de maior criação de valor na cadeia de fornecimentos e um de seus maiores desafios.

Com o software SGA para Produção da Mecalux é possível ter acesso a ferramentas precisas que proporcionam eficiência e rastreabilidade neste processo.

Benefícios:

  • Visibilidade e gestão do stock em tempo real.
  • Suporte para a produção just-in-time.
  • Gestão do mestre de artigos e gestão da lista de material (BOM).
  • Melhora de tempo de ciclo nos processos produtivos.
  • Maior qualidade de produto.
  • Facilidade em rastreabilidade, genealogia e cumprimento de normas.
  • Trabalho sem papel: interface Web através de terminais de radiofrequência e Ecrãs táteis.

Detalhes funcionais da operação do software Produção

  • Gestão das listas de material (BOM). É a base para a criação de ordens de produção. Nelas é configurada a matéria-prima com a qual vai ser produzido um produto acabado ou elaborado.

    A gestão da lista de material pode ser realizada a partir do ERP ou, manualmente, a partir da interface de usuário do módulo de produção.

    É possível configurar uma quantidade mínima de produto acabado que desejamos produzir. Caso não exista suficiente matéria-prima para produzir a quantidade necessária, a ordem de produção não será completada.

    Também podem ser indicados artigos adicionais como matéria-prima, ou seja, artigos dos quais não se realiza abastecimento (inclusive podem não haver no stock), mas que queremos que o seu consumo seja registrado no momento da produção.

  • Configuração de linhas de produção. Lugar onde se realiza o processo de produção. Diferentes linhas de produção podem compartilhar pulmões de abastecimento e de produto acabado.

    Uma linha de produção é uma estação onde se configura:

    • Pulmão de abastecimento: pulmão para onde será levado o stock da matéria-prima necessária para a produção de uma lista de material.
    • Pulmão de produção: local onde será criado o produto acabado fruto do processo de produção.
  • Gestão de ordens de produção. Ordem de transformação de matéria-prima em produto acabado numa linha de produção a partir de uma lista de material. A gestão pode ser realizada a partir do ERP ou da interface de usuário do software SGA para Produção.

    A libertação de uma ordem de produção envolve a criação de uma ordem de abastecimento de matéria-prima para o pulmão de abastecimento, seguindo este processo:

    • Lançamento da ordem de produção para uma linha de produção
    • Abastecimento de matéria-prima para a linha de produção
    • Consumo de matéria-prima na linha
    • Criação de produto acabado/li>
    • Fecho da ordem de produção
  • Gestão das ordens de abastecimento da linha de produção. Ordens de saída do armazém para o pulmão de abastecimento da linha do stock da matéria-prima necessária para uma ordem de produção.

    As ordens de abastecimento são criadas no momento em que se liberta a ordem de produção.

    O Easy WMS atribui o stock necessário de matéria-prima para produzir o produto acabado criando e gerindo as tarefas de picking que os operadores realizarão para levar o referido stock de matéria-prima ao pulmão de abastecimento.

    Antes de lançar a ordem de abastecimento o sistema verifica a existência de stock suficiente no armazém para cumprir a quantidade mínima indicada na lista de material.

  • Consumo manual de matéria-prima. Um operador com um terminal de radiofrequência ou tablet indica a matéria-prima que foi sendo colocada na linha de produção.

    Este tipo de consumo é útil quando no pulmão de abastecimento não entra, por falta de capacidade, toda a matéria-prima necessária para produzir tudo o que foi indicado na ordem de produção.

    À medida que vai sendo consumida matéria-prima, liberta-se espaço no pulmão de abastecimento e o Easy WMS pode continuar a extrair do armazém mais matéria-prima.

  • Consumo automático de matéria-prima. O consumo de matéria-prima é realizado durante a criação de produto acabado.

    O consumo de matéria-prima é proporcional à quantidade indicada na lista de material. Trata-se, portanto, de um consumo teórico que poderá ser ajustado posteriormente.

    O stock considerado como consumido é selecionado por FEFO (first expires, first out).

    Este tipo de consumo é útil quando:

    • No pulmão de abastecimento se tem toda a matéria-prima necessária para produzir tudo o que foi indicado na ordem de produção.
    • Não existe urgência para libertar espaço no pulmão de produção para poder continuar abastecendo-o de matéria-prima, seja porque os operadores criam muito rapidamente o produto acabado ou porque o processo de produção dentro da linha é suficientemente lento.
  • Criação de produto acabado. Os operadores através de um terminal de radiofrequência vão registrando o stock produzido, indicando os contentores em que foi colocado.

    O produto acabado foi produzido a partir do stock consumido na linha de produção.

    Na criação de produto acabado é possível visualizar que o stock produzido está defeituoso e, portanto, não desejamos que conste no sistema. Apesar de que este stock não será criado, constará igualmente o consumo da matéria-prima.

  • Rastreabilidade exata/inexata O stock consumido pode ser derivado de diferentes lotes, por isso o produto acabado poderia conter matéria-prima de qualquer um deles sem poder ser identificado exatamente de qual. O software SGA para Produção armazena todos os possíveis lotes de matéria-prima com os quais foi possível produzir o produto acabado.

    Caso se identifique um problema de qualidade em algum lote de matéria-prima, o software SGA para produção é capaz de determinar todos os produtos acabados que podem ter sido produzidos com essa matéria-prima.

  • Fecho da ordem de produção. Devem refletir os ajustes necessários em consumo de matéria-prima e da criação de produto acabado.

    Uma vez finalizada a criação de produto acabado, um operador, através de um terminal de radiofrequência ou de um PC ou tablet, deve fechar a ordem de produção.

    A informação que o operador deve fornecer é:

    • Ajustar o consumo real de matéria-prima caso não coincida com o consumo calculado na lista de material.
    • Ajustar a quantidade de produto acabado caso não coincida com o consumo calculado na lista de material.
    • Indicar a existência de matéria-prima danificada.
    • Indicar a existência de produto acabado defeituoso.
    • Indicar o consumo de artigos adicionais.

    Com os dados fornecidos pelo operador, o software SGA para Produção informa o ERP.

  • Relatório da produção. Criação de um relatório com os dados da ordem de produção, o stock produzido, as matérias-primas utilizadas e o stock consumido.


Porque escolher a Mecalux Software Solutions?

  • earth

    Apoio de uma empresa sólida com mais de 50 anos de experiência.

  • people

    Mais de 150 engenheiros que se dedicam exclusivamente ao desenvolvimento de soluções de software.

  • adaptation

    A Mecalux adapta-se às necessidades e objetivos de cada empresa.

  • graphic

    Desenvolvimento e atualização constantes de software, graças a um grande investimento em I&D.