Utilizamos cookies próprias e de terceiros para oferecer os nossos conteúdos em função dos seus interesses. Se continua a navegar nesta págima Web, entende-se que foi informado e aceita a instalação e uso de cookies. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar

Máxima produtividade na preparação de pedidos da Grégoire-Besson

Três sistemas de armazenamento para gerenciar as 10.000 referências da Grégoire-Besson

Máxima produtividade na preparação de pedidos da Grégoire-Besson

Transcrição

No centro logístico da Grégoire Besson, multinacional francesa especializada na fabricação de maquinaria agrícola, tudo está organizado seguindo um critério de máximo desempenho e aumento da produtividade.

GABIN GUEGAN, RESPONSÁVEL PEÇAS DE REPOSIÇÃO
"O projeto deveria resolver um problema: centralizar a expedição de peças de reposição do complexo de seis fábricas do grupo Grégoire Besson, mas também queríamos melhorar o nosso desempenho operacional, essencial para a venda das nossas máquinas. Portanto, decidimos consultar diferentes fornecedores com a finalidade de superar tanto as limitações logísticas quanto informáticas e, rapidamente, optamos pela Mecalux devido à sua experiência na gestão de projetos."

O armazém resultante, com uma superfície total de 4.500 m2, permite organizar e dinamizar de forma significativa a preparação de pedidos.

GABIN GUEGAN, RESPONSÁVEL PEÇAS DE REPOSIÇÃO
"Estávamos à procura de uma empresa parceira capaz de nos proporcionar uma solução técnica global que abrangesse desde o armazenamento de pequenas peças, um simples parafuso, até caixas de mais de 5 metros. Por isso, optamos por três soluções de armazenagem diferentes: a paletização convencional para as peças pesadas e de grande tamanho que podem ser paletizadas em europaletes, o miniload para o armazenamento de peças pequenas com uma grande rotatividade que representam 70% de nossos produtos e, finalmente, estantes cantilever para o armazenamento de peças de grandes dimensões."

A área de estantes convencionais destaca-se pela sua grande versatilidade, pois permite armazenar uma grande variedade de referências com volumes, tamanhos e rotatividades diferentes. Nela são armazenadas tanto paletes quanto contentores.

Na parte superior situam-se os produtos de reserva enquanto no nível inferior ficam as paletes para picking. Algumas dessas estantes incorporam plataformas extraíveis sobre as quais são depositados contentores que facilitam o picking para os trabalhadores.

Essas estantes, de 7,5 metros de altura, têm capacidade para armazenar mais de 4.400 paletes.

O armazém automático miniload é composto por dois corredores com estantes de profundidade dupla em ambos os lados que medem 47 m de comprimento, 9 m de altura e dispõem de 17 níveis que permitem receber mais de 10.000 caixas.

Por cada corredor circula um transelevador que coloca ou retira a mercadoria das localizações de forma automática, seguindo as instruções do sistema de controle Galileo. Essas máquinas trabalham a uma velocidade de translação de 180 metros por minuto e têm um sistema de extração que utiliza pás telescópicas para aceder à segunda posição.

Na parte frontal do armazém um circuito de transportadores de rolos leva a mercadoria para dois postos de picking que preparam ondas de quatro pedidos simultaneamente.

GABIN GUEGAN, RESPONSÁVEL PEÇAS DE REPOSIÇÃO
"Atualmente a preparação dos nossos pedidos é realizada em fluxo contínuo, mas queríamos antecipar o crescimento de atividade do grupo Grégoire Besson e também responder aos períodos de pico da produção devido a sazonalidade. Com o miniload ampliamos a margem de aceitação de pedidos em mais de uma hora, o que nos permite melhorar o nosso desempenho na preparação de pedidos em muito menos tempo."

A área de estantes cantilever completa as soluções proporcionadas pela Mecalux facilitando a saída dos produtos de grande tamanho. A sua estrutura mede 5 m de altura, sendo formada por colunas e braços cantilever sobre os quais repousa a carga.

Na parte lateral do armazém fica a área de consolidação onde chegam os pedidos que deverão ser verificados antes de serem embalados e etiquetados.

O controle da gestão automática da mercadoria é realizada através do software de gerenciamento de armazém Easy WMS.

ABIN GUEGAN, RESPONSÁVEL PEÇAS DE REPOSIÇÃO
"Graças ao software Easy WMS conseguimos melhorar a qualidade dos fluxos logísticos no nosso armazém, tanto nos recebimentos quanto na expedição. Os nossos trabalhadores ganharam autonomia graças ao sistema que lhes guia em cada uma das suas tarefas, desde o picking até a carga do camião. Quando realizamos a análise funcional com a Mecalux, definimos em conjunto um certo número de funcionalidades próprias da Grégoire Besson, tais como a impressão automática dos packing list ou a gestão dos códigos de lote por fornecedor. Além disso, essa colaboração não termina aqui, continuamos desenvolvendo juntos funcionalidades para facilitar as tarefas quotidianas de nosso pessoal."

Diante das estantes convencionais fica a área de recebimento e expedição, onde os pedidos são fechados antes de serem carregados nos camiões.

A multinacional Grégoire Besson precisava de uma empresa parceira que a ajudasse a lidar com o seu significativo crescimento registrado nos últimos anos. A Mecalux correspondeu às suas expectativas implementando soluções eficazes e adaptáveis, através das quais alcançou a máxima produtividade graças a um picking eficiente, uma alta capacidade de armazenamento e um software de gestão adaptado às suas necessidades.