Utilizamos cookies próprias e de terceiros para oferecer os nossos conteúdos em função dos seus interesses. Se continua a navegar nesta págima Web, entende-se que foi informado e aceita a instalação e uso de cookies. Para mais informação, consulte a nossa Política de Cookies. Aceitar

Luís Simões: Capacidade, sequenciamento e alta disponibilidade

O armazém da Luís Simões na Espanha conta com estantes para paletes e um armazém automático sequenciador

Luís Simões: Capacidade, sequenciamento e alta disponibilidade

Transcrição

Em Espanha, nos arredores de Madrid, a Luis Simões implementou um moderno centro logístico de 66.000 metros quadrados.

A Mecalux instalou neste centro um armazém automático com o sistema Pallet Shuttle que incorpora lançadeira, estantes para paletes e um Sistema de electrovías.

A Luís Simões é um operador logístico que oferece soluções de transporte, armazenagem e picking para qualquer tipo de empresa. No novo centro, os funcionários gerem o stock e preparam os pedidos de clientes de diferentes setores como alimentação, perfumaria, cosméticos e retalho.

Considerando tais aspectos, a Mecalux instalou estantes para paletes de 12,5 m de altura com uma capacidade global para 93.251 paletes de diferentes dimensões e características.

A sua versatilidade é alta, uma vez que podem ser depositadas paletes de até 3 metros de altura.

A prioridade da empresa era agilizar e otimizar a preparação e expedição de 4.000 pedidos por dia. Ao tratar-se de um número tão alto, era necessário contar com um sistema que ajudasse a organizar os pedidos perfeitamente.

A Mecalux encontrou a solução: um armazém automático que atua como buffer de expedição e incorpora o sistema Pallet Shuttle com lançadeiras.

O armazém encarrega-se de sequenciar e programar a expedição dos pedidos preparados em função das rotas dos veículos de transporte, aliando eficiência e rentabilidade.

O armazém automático é o núcleo dessa instalação logística porque nele conflui e consolida o trabalho de preparação de pedidos realizado nas estantes para paletes.

Graças a esse armazém, a empresa dispõe de um espaço para armazenar os pedidos preparados e organizar a sua expedição.

O armazém, com quatro níveis, é composto por dois blocos de estantes com seis paletes de profundidade em cada lado. As estantes medem 12,6 m de altura.

O armazém tem capacidade para receber 2.556 paletes de 1.200 kg.

Duas lançadeiras por nível encarregam-se dos canais de armazenamento e um Pallet Shuttle desloca-se pelo seu interior para depositar ou extrair a mercadoria.

Ao contar com duas lançadeiras por nível, o desempenho da instalação é superior e pode operar sem interrupções. Por exemplo, enquanto são realizadas as tarefas de manutenção preventiva numa das lançadeiras a outra continua a funcionar.

O carro elétrico conta com super condensadores que são carregados de forma autónoma enquanto estão a bordo da lançadeira, portanto está sempre disponível para executar as ordens.

Os funcionários realizam as entradas da mercadoria já preparada com o auxílio de equipamentos de manutenção. Três das cinco entradas dispõem de um elevador para levar a mercadoria para o nível correspondente.

Uma das entradas também conta com uma enfardadeira que garante a estabilidade das cargas.

O software de gestão de armazéns Easy WMS da Mecalux é responsável por organizar, classificar, armazenar e gerir a mercadoria no armazém automático, assim como de sequenciar as paletes para a sua expedição em função do pedido ao qual correspondam e da sua rota de transporte.

Uma excelente distribuição dos produtos no buffer possibilita a saída de 216 paletes por hora.

Tal como nas entradas, três elevadores encarregam-se de realizar as saídas dos níveis superiores. Para identificar as paletes é colocada uma etiqueta em cada uma delas no momento da expedição.

O circuito do Sistema de Monocarril Elétrico encarrega-se de transferir as paletes diretamente para os canais de pré-carga seguindo a sequência previamente estabelecida pelo Easy WMS.

O dinamismo e a facilidade de montagem foram decisivos para implantar esse sistema de transporte de paletes cujo principal benefício é o movimento ininterrupto e seguro das paletes.

A área de expedição é formada por dez conjuntos de três canais dinâmicos de pré-cargas. Cada conjunto corresponde à carga de um camião completo.

Ao longo dos canais, monitores mostram toda a informação sobre o pedido e a sua rota.

Os funcionários digitalizam cada palete através de um leitor de radiofrequência para comprovar se a mercadoria que está a ser carregada no camião é a correta.

A área de expedição conta com uma entrada no armazém automático disponibilizada para fazer o cross-docking da mercadoria que deve sair de forma imediata. Esta não precisa de ser armazenada nas estantes, mas deve passar pelo armazém automático para dar continuidade à sequência das rotas de distribuição estabelecida pelo Easy WMS.

A intensa atividade da Luis Simões, com aproximadamente 100.000 paletes armazenadas e 4.000 pedidos diários, exigia uma solução eficiente, rápida e sem erros. Uma solução global como a fornecida pela Mecalux a este centro logístico é uma verdadeira referência.