Inovação e tecnologia a serviço da logística da Michelin no seu armazém automático

A solução implementada pela Mecalux converteu o centro de produção da Michelin em Vitória no pioneiro do seu setor

Inovação e tecnologia a serviço da logística da Michelin no seu armazém automático

Transcrição

Michelin, 130 anos a fabricar pneus para todos os tipos de veículos em todo do mundo.

Esta multinacional que possui, na cidade de Vitória em Espanha, uma das maiores e mais produtivas fábricas da Europa, necessitava de uma solução logística capaz de gerir o aumento da atividade alcançada nos últimos anos, em parte devido à incorporação de uma quarta linha de produção.

A solução proporcionada pela Mecalux foi projetada considerando as dimensões e características dos contentores metálicos padrão utilizados pela Michelin. Estes deslocam-se por toda a instalação e são depositados sobre as estantes sem necessidade de utilizar paletes.

O armazém automático autoportante mede 27 metros de altura e conta com 5 corredores onde circulam 5 transelevadores monocoluna. Foi dividido em dois andares com operações diferentes: no inferior são efetuadas as entradas e no superior, as saídas.

Os contentores chegam empilhados de dois em dois diretamente da fábrica. Um elevador situado na entrada encarrega-se de desempilhar os contentores e colocá-los nos transportadores de correntes sem necessidade de utilizar nenhuma palete. Em seguida, os transportadores levam os contentores até os corredores de armazenagem e um transelevador encarrega-se de recolhe-los e depositá-los na sua localização correspondente.

Dentro do armazém automático a mercadoria é armazenada seguindo as ordens do software de gestão de armazém Easy WMS da Mecalux. O software Easy foi adaptado ao sistema de comunicação BSM da Michelin, permitindo uma gestão de saídas totalmente personalizada. O Easy WMS controla o processo de rasteio do produto através de endereços virtuais, monitorando o tempo todo onde se encontra cada contentor e se o mesmo já saiu ou não.

As estantes foram especialmente projetadas para armazenar diretamente os contentores graças a uns suportes que possibilitam apoiar os seus pés com total segurança.

No piso superior realizam-se as saídas servidas por uma lancadeira dupla que leva os contentores até à zona de expedição. Esta lancadeira pode carregar dois contentores ao mesmo tempo para sequenciar a carga e otimizar os fluxos.

Nesta zona há 4 elevadores que empilham os contentores agilizando o tempo de carga e otimizando a distribuição do espaço dentro dos camiões

Antonio J. García-Montalvo - Responsável Projeto ASRS Z/VIT / Escritório Técnico / Michelin
Este armazém, com uma capacidade para receber 4.600 paletes, acomodará as paletes geradas tanto pelas três linhas atuais quanto pela futura quarta linha. Além disso, tem uma capacidade para receber 120 paletes por hora. O essencial para nós era poder retirar as paletes das linhas e, simultaneamente, abastecer as docas dos camiões de expedição. Atualmente, tudo isso está a ser cumprido satisfatoriamente.

A Mecalux encarregou-se do sistema de proteção contra incêndios, dos fechamentos e do sistema de refrigeração do armazém que mantém a uma temperatura entre 10 e 27 graus.

A Mecalux entregou à Michelin uma instalação "chave na mão" que funciona 24 horas por dia e 7 dias por semana.

A solução proporcionada pela Mecalux converteu a fábrica da Michelin, em Vitória, na pioneira em seu setor. Inovação e tecnologia a serviço da logística.