O empilhador retrátil

O empilhador retrátil é uma máquina elétrica que faz a deslocação e as manobras de viragem e elevação retraindo o mastro. Portanto, deslocam-se para o centro de gravidade da máquina.

Graças a essa característica, são mais vantajosos do que os empilhadores contrapesados, pois, podem trabalhar em corredores de manobra mais estreitos (± 2.700 mm livres) e conseguem um melhor rendimento.

Por outro lado, embora os mastros e os garfos sejam semelhantes aos dos contrapesados, para deixar ou recolher a palete da estante, é necessário centrar a máquina em frente à unidade de carga e o mastro desloca-se para o exterior, o que facilita as manobras. Há empilhadores que podem levantar a carga acima de 10 m, sendo possível colocar dispositivos de ajuda para facilitar as manobras nos níveis mais altos.

Devido a todas as vantagens proporcionadas, são atualmente as máquinas mais usadas para trabalhar dentro dos armazéns.

Os empilhadores retráteis são os mais usados para trabalhar dentro dos armazéns.                                  Alguns empilhadores podem levantar a carga acima de 10 metros.  
Os empilhadores retráteis são os mais usados para trabalhar dentro dos armazéns   Alguns empilhadores podem levantar a carga acima de 10 metros  

 

 

Detalhe de empilhadores retráteis
Detalhe de empilhadores retráteis. Imagens cedidas pela Toyota
 

 

 

Os empilhadores retráteis contam com patins inferiores onde as rodas dianteiras ficam alojadas. As paletes de 1.000 x 1.200 mm, recolhidas pelo lado de 1.000 mm, encaixam-se entre os dois patins, portanto não é preciso perder altura nas estantes.

Empilhador retrátil com a palete dentro do bastidor

Empilhador retrátil com a palete dentro do bastidor

Quando as paletes forem mais largas ou manipuladas pelo lado mais comprido, as deslocações devem ser efetuadas com as paletes colocadas por cima das rodas. Isso exige disponibilizar corredores mais largos para não perder capacidade nas estantes ou, em vez disso, aumentar as margens entre a parte superior da palete colocada no solo e a primeira viga da estante (para evitar colisões contra ela), perdendo-se, portanto, um pouco de altura no espaço de localização. Todos esses fatores devem ser considerados ao fazer o projeto do armazém. 

Empilhador retrátil com palete sobre o chassis

 

Empilhador retrátil com a palete no bastidor

1. Altura do bastidor + 200 mm.
2. Altura do bastidor
3. Primeiro nível de carga
4. Margem mínima de 50 mm
5. Altura da palete + altura do bastidor + 100 mm de margem mínima

 

Há uma versão de empilhadores retráteis onde o mastro fica fixo (não se retrai) e os garfos estendem-se até à posição de recolha ou localização, graças a um sistema parecido a um pantógrafo.

Neste empilhador são os garfos que se retraem. Imagem cedida pela Crown

Neste empilhador são os garfos que se retraem. Imagem cedida pela Crown

Embora a sua presença nos armazéns seja menos frequente, também é uma opção válida e o seu uso é semelhante ao dos empilhadores de mastro retrátil.

Imagem de um empilhador retrátil de profundidade dupla utilizado num armazém de produtos alimentares de grande consumo                                                                  Imagem de um empilhador retrátil de carga lateral num armazém de perfis metálicos
Imagem de um empilhador retrátil de profundidade dupla utilizado num armazém de produtos alimentares de grande consumo   Imagem de um empilhador retrátil de carga lateral num armazém de perfis metálicos

 

Empilhadores retráteis de profundidade dupla 

No mercado existem máquinas retráteis que são capazes de trabalhar em estantes de profundidade dupla. Além de contar com um mastro deslocável, esses modelos incorporam garfos que também se deslocam, o que possibilita aceder à palete de profundidade dupla. 

Com os empilhadores retráteis de profundidade dupla é possível conseguir um aumento significativo na capacidade de armazenagem.

Como inconvenientes podemos citar que o seu uso faz perder acessibilidade e que são equipamentos limitados relativamente à carga que podem manusear e à altura de elevação que podem alcançar. 

Empilhadores retráteis de carga lateral

São uma evolução dos empilhadores retráteis convencionais dotados de um sistema que permite que as suas rodas possam girar 90°. Dessa forma, consegue-se deslocações laterais e frontais. Embora possam manipular paletes, são ideais para cargas longas como, por exemplo, paletes ou volumes de grandes dimensões, perfis, tubos, etc.

Empilhadores retráteis de carga lateral

Empilhadores retráteis de carga lateral (Imagens cedidas pela Toyota)

Other topics in this category