Tolerâncias das estantes

O nivelamento do solo afeta os equipamentos, bem como as estantes, pois elas têm um certo nível de tolerância entre si. Essas estruturas devem ter folgas depois de serem montadas e antes de serem carregadas.

A norma EN 15620 é o documento onde constam os parâmetros aceitáveis. É essencial respeitar esses parâmetros para evitar que os próprios equipamentos golpeiem as estruturas ou ao depositar a carga nos espaços. 

Os valores das folgas variam em função do tipo de instalação e da sua classe (100, 200, 300 ou 400). Os dados indicados na tabela anexa referem-se às classes 300 e 400. A ilustração que acompanha a tabela indica o elemento que se aplica em cada medida. 

Os valores das folgas variam em função do tipo de instalação e da sua classe (100, 200, 300 ou 400). Os dados indicados na tabela a seguir referem-se às classes 300 e 400. A ilustração que acompanha a tabela indica a qual elemento se aplica cada medida.

Tolerância das estantes para as classes 300 e 400

A: Largura livre do espaço
E: Largura livre do corredor
Cx: Falta de verticalidade
Cz: Falta de verticalidade
Jy: Linearidade do pilar
Jz: Linearidade da coluna
Gy: Linearidade da viga
H: Altura da parte superior dos pés dos 
bastidores até à parte superior do pilar
HB: Altura da parte superior de uma viga 
até à parte superior da viga do nível seguinte

Classe

Folgas (mm)
  A E Cx Cz Jx Jz Gy
300 +/-3 +/-5 +/-H/500 +/-H/500 +/-3 ou +/-HB/750 +/-H/500 +/-3 ou +/-A/500
400 +/-3 +/-15 +/-H/350 +/-H/350 +/-3 ou +/-HB/400 +/-H/500 +/-3 ou +/-A/500
 

Além dos parâmetros anteriormente especificados, devem também ser respeitadas as restantes folgas especificadas na norma EN 15620.

Other topics in this category