Paletes de plástico

As paletes de plástico, fabricadas a partir de plástico injetado, ganharam popularidade já que apresentam características próprias e costumam ser utilizadas em setores muito concretos. Seguidamente, explicaremos em pormenor porque, cada vez mais, essas paletes são encontradas num número maior de armazéns, e as vantagens e desvantagens que oferecem face às paletes de madeira e metálicas.

Vantagens

  • A primeira das suas vantagens é que uma palete de plástico pesa mais ou menos a metade em relação à palete fabricada em madeira com as mesmas características.
  • Uma segunda vantagem é o facto de exigirem uma limpeza mais fácil, algo muito valorizado, sobretudo, na indústria alimentar. Nesse sentido, é necessário considerar que as paletes de plástico com um desenho complexo exigem uma limpeza mecanizada e exaustiva, pois possuem muitos cantos de difícil acesso onde a sujidade se acumula com muita facilidade.
  • As paletes de plástico podem ser coloridas, portanto, podem ser personalizadas para cada utilizador a fim de facilitar uma melhor localização e controlo.
  • Finalmente, têm uma maior durabilidade, aproximadamente dez vezes superior em relação às de madeira, já que sofrem muito menos os inevitáveis impactos decorrentes da sua manipulação.

Desvantagens

  • São mais propensas a se deformarem sob uma carga excessiva.
  • Atualmente o seu custo é maior que das paletes de madeira.
  • Quando esse tipo de palete estiver húmida existe o risco de resvalar nos garfos dos empilhadores, nas estantes dinâmicas e nas estantes móveis, com o consequente risco de queda ou de atravessar a superfície. 
  • Finalmente, devem ser adotados cuidados especiais com a sua resistência. O tipo de plástico, as espessuras e nervuras utilizadas, o sistema de construção do molde e a injeção influenciarão a sua resistência e rigidez.

Utilização

Quanto à sua utilização, as paletes de plástico costumam respeitar os critérios de construção e as dimensões das europaletes de madeira (tipo 1, 2 e 3). Nesses casos, a sua aplicação é a mesma.

Alguns exemplos:

 

Estas paletes são semelhantes ao sistema de construção das euro paletes de madeira. Não há razões para que apresentem problemas, só se não forem suficientemente resistentes.

Estas paletes são semelhantes ao sistema de construção das europaletes de madeira. Não há razões para apresentarem problemas, só se não forem suficientemente resistentes.

Esta é a meia palete de plástico. As precauções a adotar são iguais à das paletes de madeira. É preciso ter cuidado com a resistência da base inferior.

Esta é a meia palete de plástico. As precauções a adotar são iguais à das paletes de madeira. É preciso ter cuidado com a resistência da base inferior.

 
Este modelo é muito parecido com uma palete de madeira do tipo 2, com base perimetral, portanto tem as mesmas restrições.

Este modelo é muito parecido com uma palete de madeira tipo 2, com base perimetral, portanto é necessário considerar as restrições existentes em relação àquelas.

 
 

Outras paletes de plástico

Há outros tipos de palete de plástico que exigem tratamentos específicos para que possam ser utilizadas nos diferentes sistemas de armazenagem, bem como exigirão a devida atenção caso sejam adotadas para serem usadas dentro do armazém. 

Estes são alguns exemplos deste tipo de palete:

Diferentes modelos de paletes de plástico.

 

Diferentes modelos de paletes de plástico. Imagem cedida pela Disset

Em resumo, trata-se de um material que fornece benefícios que fazem com que essas paletes sejam cada vez mais populares, porém não são as mais recomendáveis para todos os tipos de armazenagem, nem para qualquer tipo de mercadoria. Caso tenha alguma dúvida, consulte um especialista para saber qual o tipo de palete mais indicado para o seu armazém a fim de otimizar o seu investimento. 

Other topics in this category