A segurança do trabalho no armazém: sistemas cruciais

26 Fevereiro 2021

A segurança do trabalho no armazém é forçada quando os principais riscos no armazém estão sob controle, para isso existe uma série de sistemas que ajudam na prevenção de acidentes. São tanto produtos para armazenar mercadoria quanto de dispositivos eletrónicos ou de software para automatizar processos que tornam o trabalho diário mais rápido, simples e eficaz, além de reduzir os riscos.

Isso reverte tanto no bem-estar dos trabalhadores quanto na conservação adequada das mercadorias. Por isso, analisamos quais são os sistemas que vão ajudá-lo a fomentar a segurança e a prevenir riscos no armazém.

A segurança do trabalho no armazém e os sistemas automáticos para aumentá-la

A crescente tendência para a automatização dos armazéns envolve a implantação de sistemas eletrónicos que reduzem consideravelmente os riscos e aumentam a segurança do trabalho no armazém. Alguns deles são:

1. Botões de paragem de emergência

Diante de qualquer acidente ou situação de perigo, tanto para as pessoas quanto para o stock, os operadores têm à sua disposição botões de paragem de emergência localizados em pontos estratégicos do armazém. Para serem ativados basta a ação de uma única pessoa que poderá parar o funcionamento da maquinaria no mesmo instante.

2. Sensores para a detecção de obstáculos e movimentos

Para evitar colisões com objetos em movimento, um dos dispositivos mais úteis são os sensores instalados em múltiplos sistemas automáticos, tais como transelevadores ou estantes móveis. Estes emitem sinais luminosos e sonoros que alertam sobre a aproximação de operadores ou empilhadores em cruzamentos, ou intersecções cegas.

3. Instalações que facilitam a limpeza do armazém

A correta limpeza do espaço é imprescindível para que não escorregar e quedas no mesmo e em diferentes níveis. Nesse sentido, uma opção é usar carris no armazém que simplificam a organização e a higiene, pois com elas o solo fica livre.

Software para a segurança do trabalho no armazém e prevenção de riscos

Um sistema de gestão dos processos logísticos, como o Easy WMS da Mecalux, também promove a segurança do armazém e a prevenção de riscos.

Como funciona? Basicamente, um dos objetivos de um software desse tipo é reduzir o número de ações manuais que devem ser realizadas por um trabalhador para a movimentação e preparação de pedidos.

Para isso, emite ordens organizacionais destinadas ao manuseio otimizado dos produtos. Um exemplo é a distribuição dos produtos em diferentes alturas em função da frequência da expedição de cada referência: os produtos mais solicitados ficam em estantes situadas à altura dos braços e dos olhos e os menos habituais em níveis inferiores ou superiores.

Quanto menos movimentos repetitivos, menor será incidência de problemas musculoesqueléticos entre os operadores.

Estantes que ajudam a aumentar a segurança do trabalho no armazém

A escolha de estantes adequadas e sua manutenção através da inspeção técnica de estantes são dois aspectos essenciais para converter o armazém num ambiente de trabalho mais seguro.

Também é conveniente fazer uma análise das necessidades da mercadoria e da área onde o armazém está localizado. Por exemplo, as estantes autoportantes representam uma solução ideal em lugares com grande atividade sísmica ou com fortes rajadas de vento.

Por outro lado, escolher estantes adaptadas às cargas que vão suportar tanto em peso quanto em forma também é uma forma de prevenção de riscos em armazéns. Dessa forma, para mercadorias longas teremos em consideração as estantes cantilever e, além disso, se o lugar de armazenamento estiver ao ar livre, as estantes metálicas precisarão de um acabamento que ofereça uma maior resistência à corrosão.

A segurança do trabalho no armazém é passa pela construção de instalações com estantes autoportantes integradas, preparadas para resistirem em casos de terremoto ou contra fortes rajadas de vento.
A segurança do trabalho no armazém é passa pela construção de instalações com estantes autoportantes integradas, preparadas para resistirem em casos de terremoto ou contra fortes rajadas de vento.

Segurança do trabalho em armazéns: dispositivos contra incêndios

Um incêndio pode causar perdas irreparáveis na mercadoria, além dos danos humanos que poderia trazer consigo. Para obter a máxima proteção, foram instalados sistemas que focam em três vertentes: prevenção, detecção e extinção.

1. Dispositivos de detecção de incêndio

Tratam-se de sensores que emitem sinais de alarme caso se detete fogo ou fumo no ambiente.

2. Dispositivos para a extinção de incêndios

Permitem sufocar um início de incêndio expelindo água, espuma ou gás. Em armazéns de um certo tamanho é recomendável optar por uma rede de sprinklers, ou aspersores integrados nas próprias estantes, que são ativados quando os sensores de detecção comecem a funcionar.

3. Dispositivos para a prevenção de incêndios

Em armazéns onde são manuseados grandes volumes ou onde se trabalhe com mercadorias perigosas, os especialistas recomendam dividir o espaço em compartimentos mediante o uso de divisórias contra incêndios e de portas corta-fogo. Tais sistemas permitem isolar rapidamente qualquer fogo e controlá-lo em um espaço limitado, antes que este se propague irremediavelmente pelo armazém.

Os gestores logísticos estão cada vez mais cientes da importância de zelar pela segurança no armazém. Descubra com a Mecalux os melhores casos de sucesso de empresas equipadas com os sistemas de prevenção de riscos mais modernos.