Armazenagem externa: dicas e soluções

02 Julho 2021

Existem situações em que as empresas recorrem à armazenagem exterior ou a armazéns a céu aberto para depositar as suas mercadorias. O custo do m² em ambientes exteriores pode ser mais económica, embora seja necessário considerar que os custos de manutenção aumentam uma vez que as estantes estão expostas à intempérie.

Entre os diferentes tipos de armazéns encontramos variações em relação à infraestrutura. Nesse sentido, já destacamos as diferenças entre um armazém convencional e um automático. No entanto, sempre falamos de armazéns cobertos, espaços logísticos preparados para preservar e proteger as mercadorias das condições externas. Chegou a hora de falar de armazéns abertos e da armazenagem externa.

Armazenagem externa: armazéns abertos e semiabertos

Os armazéns a céu aberto foram pensados para mercadorias incorruptíveis e com alta resistência à intempérie. Uma das razões que impulsiona o uso de armazéns descobertos é seu reduzido custo. Em função da sua infraestrutura teremos:

- Armazém aberto:

Trata-se de espaços completamente descobertos. O seu perímetro tem uma barreira de concreto ou uma rede de segurança. Geralmente são projetados para mercadorias volumosas e pesadas que, por um lado, não podem ser roubadas e, por outro, não são afetadas pelas condições meteorológicas.

Nesses armazéns é comum encontrarmos: materiais de construção, material metalúrgico (tubos, ferro, bobinas industriais, arames, chapas, tubos de cimento, etc.), produtos a granel devidamente paletizados e madeira, entre outros.

- Armazém semiaberto:

Esses armazéns têm um telhado e paredes, embora tenham pelo menos uma lateral completamente aberta. Nesse caso, as mercadorias podem estar ao ar livre, mas é necessário protegê-las da chuva. Costuma ser a opção mais comum para depositar veículos, materiais de construção como telhas, tijolos, chapas de madeira, entre outras.

3 Dicas para montar um armazém exterior corretamente

1. Escolha estantes com alta resistência à corrosão

Evidentemente, o nível de corrosão vai ser maior quando falamos de armazenagem exterior industrial, mas é verdade que também depende da própria localização do armazém e das condições meteorológicas às quais está submetido.

Nesse sentido, existem sistemas que protegem as estantes da oxidação prematura. Os danos no revestimento das estruturas criam pontos vulneráveis para a segurança da instalação.

No nosso artigo sobre sistemas de proteção contra a corrosão falamos sobre os acabamentos mais adequados para diferentes condições. No entanto, cabe destacar que para ambientes exteriores com uma ação constante de períodos húmidos e secos, uma opção muito recomendável são as estantes galvanizadas.

É importante pesquisar o tipo de revestimento das estantes que melhor funcione na armazenagem externa
É importante pesquisar o tipo de revestimento das estantes que melhor funcione na armazenagem externa

2. Proporcione à área de armazenagem externa uma sinalização correta

Essa área de armazenagem externa costuma ser adjacente a um armazém coberto, sendo comum que nela se desenvolva uma alta atividade de transporte de mercadorias, seja por estar junto às cais de carga ou simplesmente pelo intenso manuseio dos produtos armazenados.

Por isso, é importante planear o espaço da armazenagem externa para poder manobrar e mover mercadorias volumosas sem riscos. O tráfego deve estar regulado e sinalizado embora não existam corredores como tal. Dessa forma, a sinalização terá que ser resistente à intempérie e refletiva.

3. Tenha em consideração o armazém descoberto no momento de comprar equipamentos de movimentação

O manuseio de mercadorias é realizado com empilhadores quando falamos de armazéns descobertos. Dependendo do volume de movimento existente no exterior, convém fazer uso de empilhadores que tenham a suficiente potência e agarre para manusear esse tipo de material, que costuma ser volumoso.

Nesse ponto convém recordar que em interiores só podem ser utilizados empilhadores acionados com eletricidade ou gás (as que funcionam com diesel ou gasolina emitem gases nocivos para serem manuseados em ambientes fechados). Em qualquer caso, se os empilhadores elétricos vão ser utilizadas do lado de fora, a recarga das baterias não pode ser feita em espaços húmidos ou expostos à chuva.

No entanto, se o uso vai ser exclusivamente em exteriores, as que utilizam combustível são as que têm um melhor comportamento em superfícies irregulares e com desníveis, destacando-se as empilhadores contrabalançados.

Se estiver à procura de estantes para seu o armazém para exterior, entre em contato conosco: um especialista da Mecalux analisará a situação da sua instalação de armazenagem e irá aconselhá-lo acerca do tipo de estante industrial que melhor se adapte às suas condições.