Armazém convencional ou armazém automático

10 Janeiro 2020

Observamos uma importante evolução no nosso setor nos últimos anos: o armazém convencional que conhecemos tão bem está-se a tornar pouco a pouco um armazém automático.

A automatização de um armazém logístico ainda enfrenta uma certa resistência, embora muitas empresas já tenham decidido implementar tal solução por diferentes razões: ajuda a economizar e proporciona uma maior eficiência do armazém melhorando a segurança e as condições de trabalho dos funcionários.

Agora que já sabemos qual é o momento adequado para reformular o layout do seu armazém, apresentamos os diferentes modelos de automatização logística.

1. Armazém convencional

Os armazéns convencionais (ou tradicionais), como seu próprio nome indica, são aqueles que construímos ao longo de muitos anos. O seu funcionamento não se baseia na automatização, mas sim nas operações realizadas pelos funcionários da empresa.

Para poder diferenciá-los, devemos recordar que neste tipo de armazém os fuincionários encarregam-se de deslocar a mercadoria, seja para ir até o ponto de retirada de artigos, para recolhe-lhos (picking) ou para transportá-los ao lugar de montagem e envio.

O armazém tradicional utiliza principalmente um sistema de manuseio manual. No entanto, não é difícil encontrar soluções de manuseio mais ou menos automatizadas, tais como empilhadores elevatórios ou transportadores que melhoram as operações realizadas no armazém. As estantes industriais convencionais, as empilhadores e os porta paletes são elementos inseparáveis do armazém convencional.

Exemplo de armazém convencional: Corep
Exemplo de armazém convencional: Corep

2. Armazém semiautomático

Os armazéns desta categoria são tecnologicamente mais avançados do que os convencionais, embora a atividade humana continua desempenhando uma função muito importante neles. Estes armazéns recorrem a algumas das soluções de armazenagem automática disponíveis no mercado e utilizam um Sistema de Gestão de Armazéns (WMS).

Por exemplo, muitas empresas optam por essa solução quando percebem que se cometem muitos erros durante o picking e gostariam de reduzir os custos originados durante essa etapa crucial da preparação de pedidos. Passar seu armazém tradicional para esse nível de automatização ajuda a melhorar a rentabilidade e o desempenho de uma ou várias partes do armazém, assim como é mais econômico do que elaborar novamente a disposição de todo o armazém.

Exemplo de armazém semiautomático: Arvato France
Exemplo de armazém semiautomático: Arvato France

3. Armazém automático

Este tipo de armazém situa-se na vanguarda tecnológica. Projetado completamente com soluções de armazenagem automática: armazéns automáticos para paletes ou caixas, transportadores, transelevadores de paletes, armazéns que utilizam Pallet Shuttle, etc. Quando observamos o fluxo logístico desses estabelecimentos, verificamos que é a mercadoria que se desloca até o operador graças ao uso e desenvolvimento da robótica.

Podemos ilustrá-lo com um exemplo: os transelevadores de paletes estão ligados diretamente a um Sistema de Gestão de Armazéns (WMS) e equipados com garfos telescópicos que transportam paletes, deslocam-se a uma grande velocidade pelos corredores e levam as paletes até o final do corredor para depositá-los em mesas ou sistemas de transporte interno. Uma instalação automática é projetada para reduzir custos, otimizar o tempo, garantir a segurança no armazém e aumentar a satisfação do cliente.

Picking de armazém automático: Clairefontaine
Picking de armazém automático: Clairefontaine

Existem diferentes níveis de automatização, mais ou menos avançados, que se adaptam aos sistemas operacionais e às necessidades de cada armazém, portanto, não podemos dizer que todas as empresas precisam automatizar toda a sua logística. Por isso, na Mecalux adaptámo-nos à sua empresa para criar a solução mais adequada de acordo com as suas necessidades:

  • Armazém convencional.
  • WMS + armazém convencional.
  • WMS + armazém convencional + sistema automático autônomo.
  • WMS + armazém convencional + armazém automático.
  • WMS + armazém automático.
  • WMS + armazém automático + postos de picking.
  • WMS + armazém automático + sequenciamento + postos de picking.
  • Robótica avançada.