Cinco formas de melhorar a gestão de armazenagem

14 Janeiro 2020

Em logística, a gestão qualitativa do armazém é imprescindível para oferecer boas condições de trabalho aos seus funcionários, assim como para transmitir uma imagem positiva de sua empresa aos clientes. Conheça cinco formas para melhorar a gestão de armazenagem:

1) Pratique o lean management

O lean management é uma técnica cujo objetivo é melhorar o desempenho da empresa, diminuindo o desperdício.

Esse sistema permite limitar as fontes de desperdício, aplicando o método japonês dos 3M: Muda, Muri e Mura, que quer dizer desperdício, irregularidade e excesso em empresas, tal como o excesso de armazenamento, longas distâncias no armazém, exagero na produção, defeitos de fabricação, transportes desnecessários, etc.

Frequentemente criticada, essa técnica de gestão inspirada no sistema de produção das fábricas da Toyota, terá resultados indiscutíveis se também incluir uma boa política de recursos humanos.

2) Zele por uma organização adequada dos postos de trabalho e do armazém

Com certeza não estaremos a ensinar nada novo se dissermos que um posto de trabalho organizado e com a disposição adequada consegue que o trabalhador seja mais eficaz. De fato, se um posto de trabalho estiver otimizado, o trabalhador não perderá tempo a ir buscar o material necessário.

Essa medida, embora possa parecer óbvia, nem sempre se aplica corretamente no nosso setor. Meça regularmente a otimização de cada posto de trabalho e certifique-se de não deixar escapar nenhum detalhe.

Lembre-se também que é recomendável setorizar o armazém para que todos o conheçam facilmente e não percam tempo sem necessidade.

3) Motive o pessoal de logística

Uma boa gestão de armazenagem também passa pela gestão do pessoal de logística. No nosso artigo sobre o nível de comprometimento logístico abordamos alguns truques para motivar os operadores de logística.

Para isso, sugerimos a aplicação dessas quatro ações:

  • Incentivo monetário: bonificações, objetivos, etc.
  • Team building: eventos ou conferências para reforçar a coesão da equipa.
  • Diversificar as tarefas de trabalho: tarefas administrativas, etc.
  • Empatia na empresa: preocupe-se com o bem-estar de seu pessoal.
Funcionário logístico a  gerir um pedido no armazém
Funcionário logístico a gerir um pedido no armazém

4) Subcontratar total ou parcialmente a logística

Se não puder seguir o ritmo dos pedidos, não tiver as ferramentas necessárias de armazenagem para satisfazer a demanda de seus clientes ou não tiver os recursos humanos internos para fazer a gestão total, ou parcial de sua logística, recorra ao que denominamos um "fornecedor de logística".

Existem cinco tipos de fornecedores de logística, 1PL, 2PL, 3PL, 4PL e 5PL, que oferecem serviços que se adaptam às necessidades da sua empresa: transporte, armazenamento, experiência em logística, etc.

5) Gestão de armazenagem = Sistema de Gestão de Armazéns (WMS)

Não se pode falar da gestão de armazenagem e do pessoal de logística sem mencionar o Sistema de Gestão de Armazéns. De fato, hoje em dia, existem muitos WMS que permitem otimizar a gestão de um armazém em função do setor de atividade: retalho, farmacêutico, automobilístico, etc.

Seja para analisar os resultados, antecipar as necessidades de mão de obra, ter uma visão geral da gestão da cadeia de suprimentos ou gerir o armazém de um e-commerce, há muitas soluções disponíveis no mercado para que seja mais competitivo do que nunca.

A gestão de armazenagem deve ser particularmente rigorosa e meticulosa. Embora seja verdade que existam soluções informáticas para aperfeiçoá-la, os fatores mencionados anteriormente têm algo de senso comum e de lógica. Uma vez implementadas essas soluções, volte a medir a produtividade da sua empresa.