Projetar e equipar a área de picking do armazém

14 Abril 2020

Estudar o projeto da área de picking e da preparação de pedidos é fundamental para que as mercadorias fluam e o armazém tenha a agilidade necessária para satisfazer as exigências dos clientes. Em virtude disso, a área de picking pode ter diferentes formas em função do tipo de unidades de carga, do nível de serviço e dos equipamentos de movimentação existentes no armazém.

A seguir, analisamos as opções para o projeto da área de picking em função de dois fatores: a localização no layout e a própria configuração das estações de picking.

Opções de localização da área de picking no ‘layout’ do armazém

- Área de picking na cabeceira, uma solução habitual em armazéns automáticos

Existem instalações em que a área de picking é projetada junto à área de expedição. Isso ocorre porque as tarefas de verificação, embalagem e unitização de cargas (quando corresponda) representam a fase final da preparação de pedidos, ou seja, é a antessala da expedição de mercadorias.

Trata-se de uma opção habitual em armazéns automáticos de paletes e de caixas, que contam com sistemas de armazenagem compactos combinados com transelevadores e/ou Pallet Shuttle. As cargas chegam às estações de picking graças aos transportadores de rolos. Nessas estações os operadores executam as ordens do WMS, verificam e finalizam a montagem das paletes para os envios necessários. Exemplos desse tipo de área de picking são o armazém da Venis (Grupo Porcelanosa), na Espanha, e o armazém automático da Basf, no Brasil.

Os armazéns automáticos para caixas têm a área de picking localizada na cabeceira do miniload
Os armazéns automáticos para caixas têm a área de picking localizada na cabeceira do miniload

- Área de picking no centro ou na lateral para armazéns com alto volume de preparação de pedidos

Nas instalações cujo funcionamento gira em torno da preparação de pedidos, as tarefas de picking complicam-se tornando necessário distribuir esses processos ao longo de um maior espaço no layout. Esse fato permite preparar mais pedidos simultaneamente, embora também exija uma mão de obra mais intensiva. No entanto, para compensar essa maior dedicação, uma solução comum é a instalação de circuitos de transportadores que eliminam grande parte das deslocações dos operadores.

Nesse tipo de instalação a zona de picking estende-se ao longo do armazém tendo como eixo central uma linha de transportadores de rolos que conta com mesas e estações de picking espalhadas. Os operadores pegam os produtos das estantes para logo depositá-los em caixas no transportador (inclusive já pode ser a própria embalagem final ou caixas de plástico). A extração de produtos pode ser realizada nas estantes dinâmicas para picking com pick-to-light, ou diretamente na área de estantes de picking padrão utilizando o pick-to-cart.

Para exemplificar essa forma de organizar a área de picking no armazém podemos citar o Parque e Centro de Abastecimento de Material de Intendência (PCAMI), na Espanha, e a instalação do e-commerce eobuwie.pl, na Polónia, que também foi equipado com um sorter que se encarrega de classificar os produtos por pedido e rota de transporte.

A área de picking, situada em frente às estantes, está dotada de transportadores para caixas que facilitam o movimento das cargas
A área de picking, situada em frente às estantes, está dotada de transportadores para caixas que facilitam o movimento das cargas

Configuração das estações de picking

Para projetar a área de picking é preciso considerar a ergonomia e segurança dos trabalhadores que irão operar na mesma. As estações de picking devem ter uma mesa de trabalho com um computador e impressora para gerir a etiquetagem e os documentos associados ao pedido, assim como deve operar com o software de gestão de armazém.

Além disso, existe uma grande variedade de sistemas automáticos para equipar essas estações de picking, tais como:

  • Mesas elevadoras hidráulicas que ajustam a altura para que a montagem manual de paletes seja mais ergonómica, costumam estar integradas no circuito de transportadores e dispor de outros sistemas que controlam o peso e o volume das mercadorias.
  • Manipuladores pneumáticos para levantar e mover cargas pesadas de forma manual guiadas pelo operador.
  • Dispositivos que facilitam a precisão e o conforto das tarefas de picking, como o sistema de picking por voz que liberta ambos os braços do operador.
  • Máquinas de embalar que automaticamente preenchem os espaços vazios dos pacotes e sistemas de arqueação ou enfardamento automatizado de paletes.

A busca do layout adequado para a área de picking

Em qualquer instalação as tarefas de picking são as que mais operações concentram devido à complexidade da sua organização, além das deslocações e da mão de obra necessária para a sua execução.

Por isso, é de grande importância que a área de picking conte com a distribuição correta e os equipamentos adequados. Se pensa que o seu armazém está a falhar na preparação de pedidos, entre em contato conosco e um dos nossos especialistas verifica se a área de picking é adequada para satisfazer os requisitos das operações realizadas no armazém.