Unitização: segurança da mercadoria

02 Agosto 2021

A unitização da carga é uma das prioridades no momento da chegada da mercadoria ao armazém, pois garante a sua integridade e facilita a gestão do produto em todas as operações. Vamos ver quais são as estratégias mais comuns para empilhar mercadorias e como a unitização simplifica o trabalho dos funcionários do armazém.

Unitização de cargas: definição

Vamos começar definindo o que é esse processo. A unitização da carga consiste em ordenar e agrupar as mercadorias com os seguintes objetivos:

  • Preservar a integridade dos produtos durante todas as fases que este produto passe no armazém.
  • Facilitar e agilizar as transferências de mercadorias. Obviamente, não é o mesmo para um operador mover uma caixa após a outra individualmente do que mover muitas delas ao mesmo tempo.

Para que a unitização seja correta e atenda a esses dois objetivos, a empresa deve decidir com antecedência qual é a unidade de carga a utilizar para cada uma das suas referências e quais as diretrizes a seguir no agrupamento das mercadorias. 

Os dois modos mais frequentes de unitização são o empilhamento da mercadoria em paletes e contentores. Vamos ver as suas particularidades:

Paletização

A paletização é o principal método de unitização. O seu objetivo é reunir os menores produtos (principalmente caixas) e colocá-los numa palete. Embora as mais utilizadas sejam de madeira, as paletes também podem ser de plástico ou metal. No mercado europeu predomina o uso de europaletes e as suas dimensões (800 x 1.000 mm) são padronizadas pela norma ISO 445.

As paletes começaram a ser usadas ​​durante a Primeira Guerra Mundial para abastecer o exército com alimentos e munições de forma rápida e eficaz. Atualmente, tornaram-se a unidade de carga mais difundida porque favorecem uma movimentação segura da mercadoria e pela agilidade que proporcionam na carga e descarga.

A mercadoria que é depositada na superfície (caixas, sacos, bobinas ou peças unitárias) pode coincidir com as medidas da palete, ser menor ou sobresair. Em qualquer caso, a prioridade é empilhar de forma adequada os produtos para garantir a estabilidade do conjunto.

As paletes são uma plataforma na qual os produtos são agrupados em caixas, sacos ou peças unitárias
As paletes são uma plataforma na qual os produtos são agrupados em caixas, sacos ou peças unitárias

Contentorização

Outro processo de unitização é a contentorização, em que um contentor é utilizado como unidade de armazenamento e transporte de mercadorias. É um contentor onde as caixas ou peças unitárias são inseridas e alojadas em seu interior.

É considerada uma unidade de carga mais segura do que a palete, pois o contentor é enchido na origem e esvaziado apenas no destino.

Dependendo do tipo de produto administrado, os contentores podem ser de diferentes características e materiais (metálico, plástico, madeira ou uma combinação de madeira e metal), embora as suas dimensões e particularidades devam obedecer à norma ISO 830.

Normalmente as medidas são idênticas às paletes europeias, pelo que podem ser manuseados com o mesmo equipamento de manutenção e localizados nos mesmos sistemas de armazenagem.

A contentorização consiste em depositar os produtos dentro de contentor
A contentorização consiste em depositar os produtos dentro de contentor

Vantagens da unitização de carga

A unitização é especialmente benéfica para todas as operações da cadeia logística. Estas são algumas das suas vantagens:

  • Fácil manuseio da mercadoria: sem paletes ou contentores, o manuseio dos produtos seria mais entediante (caixa a caixa) e demorado, causando atrasos nas entregas aos clientes.
  • Gestão ágil de mercadorias: as tarefas de armazenagem, como carga e descarga de camiões, são realizadas rapidamente, o que leva a custos mais baixos.
  • Identificação dos produtos: os artigos são classificados em paletes e contentores, para que a sua localização seja mais rápida.
  • Aproveitamento do espaço: tanto no armazém como nos camiões de transporte: habilitar um local individual para cada caixa causaria uma perda drástica de capacidade de armazenagem.
  • Segurança e estabilidade: a mercadoria fica perfeitamente estabilizada em paletes e contentores para evitar impactos e possíveis danos durante o transporte. Diferentes equipamentos de manutenção movem esses itens com segurança.

Não há dúvida de que o processo de unitização vai além do agrupamento de mercadorias, pois sua eficácia ajuda a agilizar todos os processos logísticos e alcançar maior produtividade na cadeia de abastecimento.

Automatizar a unitização

A unitização é uma operação muito repetitiva e, consequentemente, facilmente automatizável com o auxílio de braços mecânicos. Esses robôs podem colocar as caixas nas paletes com total precisão e sem interrupção. Estas ferramentas destacam-se pela versatilidade, sendo capazes de manusear caixas de diferentes tamanhos e particularidades.

Em qualquer processo automático em que estejam envolvidos robôs, é imprescindível a presença de um software de controle, o qual, obviamente, está integrado ao sistema de gestão de armazém (SGA).

Um braço mecânico realiza a unitização da carga de forma automática numa palete
Um braço mecânico realiza a unitização da carga de forma automática numa palete

A grande maioria dos itens recebidos no armazém já chega paletizada, portanto a unitização já foi realizada (na planta de produção ou pelos fornecedores).

No entanto, cada vez que uma mercadoria é recebida, o SGA compara as características dos itens com as estratégias de localização integradas. Às vezes, a mercadoria deve ser reorganizada e colocada noutras paletes ou contentores para ser depositada no local correto.

A paletização também é essencial para a expedição de mercadorias. Na prática, a unitização é como a preparação de pedidos, na medida em que consiste na recolha de diversos itens que são colocados numa unidade de carga e, por fim, enviado aos clientes.

Processo inicial em logística

A unitização é um dos eixos transversais da logística. Agrupar a mercadoria e mantê-la bem acondicionada e em bom estado favorece o seu manuseio e transferência, o que resulta em maior agilidade e melhor atendimento aos clientes. Paletes e contentores tornaram-se as unidades de carga mais comuns devido à sua resistência e fácil manuseio.

Nos armazéns, os sistemas de armazenagem devem ser projetados especificamente para abrigar a unidade de carga utilizada, sejam paletes ou contentores. Na Mecalux, dispomos de estantes metálicas industriais para guardar todo o tipo de produtos paletizados, caixas ou contentores. Não hesite em contactar a Mecalux para que possamos informá-lo sobre as soluções mais avançadas que podemos encontrar para o seu negócio.