Logística de aprovisionamento, essencial na cadeia de abastecimento

10 Maio 2022

A logística de aprovisionamento é a primeira fase pela qual os produtos passam numa cadeia de abastecimento. Especificamente a aquisição e a armazenagem. O que podemos fazer para agilizar esse processo e obter maior rentabilidade?

Neste post, responderemos a essa pergunta e vamos analisar o impacto que a logística de aprovisionamento tem sobre os custos de produção, além de detalhar os benefícios e os tipos de aprovisionamento que existem.

O que é logística de aprovisionamento?

A logística de aprovisionamento é responsável pela gestão dos abastecimentos necessários para comercialização e fabricação de produtos acabados, semiacabados e matérias-primas, com objetivo de garantir o correto funcionamento do restante das operações da cadeia de aprovisionamento.

Para entender melhor o que é logística de aprovisionamento, é necessário definir a essência desse conceito. O aprovisionamento consiste em adquirir os materiais necessários à atividade da empresa e armazená-los até ao início do processo de produção ou comercialização.

Se falamos, por exemplo, de uma empresa produtora, a sua logística de aprovisionamento terá como foco a aquisição de matérias-primas, materiais, peças, etc. No caso em que nos referimos a uma empresa de serviços, a logística de aprovisionamento fará a gestão da obtenção de mercadorias e produtos acabados para o armazém.

Funções de logística de aprovisionamento

É possível sintetizar e agrupar todas as funções desempenhadas pela logística de aprovisionamento em torno de três operações.

A primeira está relacionada com a aquisição da mercadoria, ou seja, o processo de compra dos produtos que a área de produção e/ou comercial necessita, selecionando fornecedores e levando em consideração o preço, qualidade, prazo de entrega, condições de pagamento, etc.

A segunda tem a ver com a armazenagem, já que deve ser montado um espaço para abrigar os produtos que a área de produção utilizará. Quando o produto está fabricado, ele também deve ser armazenado até o processo de envio e distribuição aos clientes finais.

A última função da logística de aprovisionamento é gerir o stock para determinar a quantidade de inventário com que trabalhar, bem como a periodicidade dos pedidos de abastecimento para cobrir as necessidades de produção e comercialização da organização.

A armazenagem é a segunda operação envolvida na logística de aprovisionamento
A armazenagem é a segunda operação envolvida na logística de aprovisionamento

Tipos de aprovisionamento

Existem diferentes formas de aprovisionamento, dependendo da antecedência com que recebemos o abastecimento ou da variação da nossa procura. Vejamos os três principais métodos de gestão de aprovisionamento de uma empresa:

  • Just-in-time: com just-in-time ou JIT, os abastecimentos são comprados conforme são necessários, portanto, não precisam de ser armazenados. Essa técnica reduz os custos de armazenagem, porém aumenta o risco de desaprovisionamento, bem como a dependência excessiva dos fornecedores.
  • Sincronizado com a produção: as necessidades de produção definem o ritmo para as compras de stock. Desta forma e com algum tempo de antecedência, é estabelecido um cronograma com as datas exatas de entrega da mercadoria pelos fornecedores. Este sistema também reduz os custos de armazenagem e, ao mesmo tempo, minimiza possíveis problemas de escassez.
  • Stock de segurança: ao estabelecer um stock de segurança, provisões extras ficam disponíveis para fazer frente a qualquer imprevisto relacionado a mudanças na procura ou atrasos de fornecedores. Implica custos de armazenagem mais elevados e elimina qualquer possibilidade de faltas. É claro que requer um controle mais rigoroso de todo o processo de aprovisionamento, produção e comercialização, pois o tempo excessivo nas instalações pode levar a perdas de qualidade e deterioração do stock armazenado.

Não existe uma forma de gestão de aprovisionamento melhor que a outra, pois cada empresa decide como realizá-la com base nas suas características, a sua metodologia de trabalho e os seus recursos.

Fatores a serem considerados na logística de aprovisionamento

Para realizar uma logística de aprovisionamento ágil e eficiente, as empresas devem considerar uma série de variáveis, entre as quais se destacam:

  • Fluxos de aprovisionamento: decidir e administrar as quantidades de stock que serão fornecidas e a frequência de fornecimento, para ter a mercadoria necessária disponível sempre que necessário.
  • Tipo de stock: determine qual modelo de gestão de stock melhor se adapta à sua cadeia de abastecimento e aumenta o nível de atendimento ao cliente e a rentabilidade da empresa.
  • Procura: consiste em estimar a procura futura do cliente a partir de dados históricos (Big Data).
  • Fornecedores: uma boa seleção de fornecedores garante um produto de qualidade e a entrega pontual das mercadorias.
  • Recebimento de material: é fundamental verificar e certificar-se de que a mercadoria recebida corresponde à encomendada.
  • Unidade de carga: escolha a unidade ou unidades de carga que serão utilizadas para a armazenagem, transporte e movimentação da mercadoria (caixa, palete, contentor, etc.).
Gerir o stock de maneira adequada é essencial para uma logística de aprovisionamento eficiente
Gerir o stock de maneira adequada é essencial para uma logística de aprovisionamento eficiente

Quais são os benefícios da logística de aprovisionamento?

O planejamento e a estratégia são essenciais quando se trata de compra de materiais e a sua posterior armazenagem. Por isso, é conveniente realizar uma boa logística de aprovisionamento que permita, por exemplo, maior previsibilidade nos prazos de entrega e, consequentemente, melhorar a pontualidade e o desempenho das operações.

Outro dos grandes benefícios de uma logística de aprovisionamento eficiente está relacionado à redução de custos. Não precisa mais de se preocupar em adquirir mais produtos do que precisa e que se torne stock inativo, causando custos de armazenagem desnecessários. Os custos de produção também serão reduzidos, pois, terá a todo o momento a mercadoria necessária para manter os níveis de produtividade estipulados, sem sofrer ruturas de stock.

Da mesma forma, a escolha de bons fornecedores permitirá minimizar os custos de transporte e contar com um aprovisionamento regular e barato com material de qualidade. Tudo isso, melhorando o atendimento ao cliente final e a reputação da marca, demonstrando comprometimento e interesse em se beneficiar de uma cadeia de abastecimento sustentável e competitiva.

Sistemas e tecnologias para implementar na logística de aprovisionamento

Ter sistemas como MRP, ERP ou SGA ajudam a digitalizar o controle de todos os pedidos, tanto para o processo de produção quanto para a sua comercialização. Outra tendência de crescimento é e-procurement, que consiste na realização de todos os trâmites junto aos fornecedores (principalmente em termos de compras) de forma digital.

No âmbito logístico, um sistema de gestão de armazém, totalmente compatível e integrável com um ERP, consegue manter sempre os níveis ideais de estoque para a nossa produção ou venda através de alertas e relatórios. Além disso, está preparado para executar automaticamente os pedidos aos fornecedores e assim reabastecer a mercadoria antes que ela atinja o nível mínimo estabelecido.

Assim que a mercadoria chega ao armazém e é identificada corretamente, o software desenvolve a estratégia de localização da mercadoria (slotting) que melhor se adapta à sua taxa de rotatividade, prazo de validade, acessibilidade, etc.

Por último, um SGA, como o Easy WMS da Mecalux, também garante a rastreabilidade total dos produtos em cada uma das suas etapas. O software é capaz de monitorar os movimentos para fazer relatórios com dados históricos que nos permitem antecipar e estar preparados para picos sazonais ou periódicos de procura, otimizando assim a previsão de procura.

 

O SGA garante uma rastreabilidade total dos produtos em cada uma das etapas da logística de aprovisionamento
O SGA garante uma rastreabilidade total dos produtos em cada uma das etapas da logística de aprovisionamento

Boas práticas ao alcance de todos

Dar a importância merecida à logística de aprovisionamento é fundamental para o futuro da cadeia de abastecimento. A complexidade de gerir as quantidades e a frequência das provisões, controlar a previsão de procura e como ela afeta o stock ou melhorar a comunicação com os fornecedores são alguns dos desafios da logística de aprovisionamento.

Realizar boas práticas é mais fácil do que parece se tiver os recursos necessários, como os sistemas de armazenagem adequados e um software de gestão de armazenagem competitivo. Na Mecalux, somos especialistas em fornecer a solução logística que melhor se adapta às suas necessidades e, no caso da logística de aprovisionamento, o Easy WMS possui o módulo SGA para Produção, com o qual irá obter a integração total dos processos de aprovisionamento nas linhas de produção com o armazém. Entre em contato connosco para receber as informações que vão permitir que melhore os seus processos de armazenagem.