A reposição de stock no armazém deve ser organizada de forma que as estantes de picking contenham os produtos necessários

Quais são as principais estratégias de reposição de stock no armazém?

13 Outubro 2020

A reposição de stock é o processo de reabastecimento das estantes do armazém após o recebimento de novas mercadorias por parte da fábrica ou dos fornecedores. Também pode referir-se à transferência de materiais das estantes destinadas à armazenagem para as estantes que abastecem o picking.

A reposição de stock deve ser organizada considerando todas as outras tarefas realizadas na instalação. A tendência é encontrar o equilíbrio entre as prioridades próprias do serviço e as restrições que temos que enfrentar no armazém (sobretudo de espaço).

Principais estratégias de reposição de stock no armazém

O objetivo final das atividades de reposição do stock é evitar que o operador vá recolher o produto e encontre a estante de picking vazia. Existem três métodos principais:

1. Estratégia de reposição de stock sob procura

Com a reposição de stock sob procura, os produtos que vão formar as ordens de pedido por dia são selecionados e colocados nas estantes de picking. Este é o método de reposição de stock e que costuma ser utilizado quando a preparação de pedidos é executada com wave picking ou picking por ondas. Dessa forma, quando entra-se na fase de reposição de stock, são escolhidas as referências que posteriormente serão embaladas e preparadas para o seu envio na seguinte onda.

A reposição de stock sob procura é dinâmica e ajustada de forma contínua em cada onda. Este método de reposição de stock é utilizado sobretudo:

  • Se a área de picking não tiver capacidade suficiente para depositar produtos de todas as referências.
  • Se a procura for muito variável e, portanto, difícil de prever.

2. Reposição de stock por rutura de stock mínimo configurado

A reposição de stock com este método é ativada cada vez que o inventário chega a um ponto de stock mínimo dentro de uma localização de picking. Com este procedimento as deslocações destinadas ao reabastecimento são minimizadas, ficando reservadas para quando forem estritamente necessárias.

Este método é recomendável se:

  • A procura das referências é estável ou são produtos de baixa rotatividade. Como são referências com pouco movimento não é tão urgente repor o stock na hora, sendo possível programar um stock de segurança que indique o momento exato para a reposição do tal stock.
  • Existe suficiente espaço nas estantes de picking.
O objetivo da reposição de stock é que o operador não encontre a estante vazia quando for recolher o produto
O objetivo da reposição de stock é que o operador não encontre a estante vazia quando for recolher o produto

3. Estratégia de reposição de stock ‘top off’ ou baseada no ‘lean time’

A reposição de stock top off aproveita as flutuações na atividade de preparação de pedidos no armazém para reabastecer as estantes de picking. É um método de reposição de stock muito flexível que otimiza os fluxos de trabalho. Também pode ser aplicado para repor stock antecipadamente se o armazém estiver em um momento de baixa atividade e à espera de uma nova onda de pedidos.

A grande diferença em relação ao tipo anterior é que aqui as mercadorias são repostas continuamente, sem esperar a chegada de um ponto de stock mínimo. A reposição de stock top off é utilizada sobretudo:

  • Para as referências que têm uma rotatividade muito alta e precisam de stock de forma contínua para fazer picking.
  • Quando o picking for muito intenso a reposição top off serve para evitar a etapa prévia de reabastecimento para a extração de mercadorias. Assim, o tempo é aproveitado seguindo a lógica do Lean logistics.

Organizar a reposição de stock com um WMS

No momento de organizar a reposição do stock, um software de gestão de armazém será muito útil para o seu planeamento. O comum é encontrar uma combinação de métodos em função da rotação de stock e das próprias exigências vinculadas a cada pedido.

Nesse sentido, os sistemas de gestão de armazém permitem estabelecer estratégias de reposição de mercadorias de acordo com os seus parâmetros logísticos. O próprio programa distribuirá o tempo, as tarefas de picking e de reposição de stock para otimizar ambos os processos no armazém e assim limitar ao máximo a falta de eficiência.

O Easy WMS da Mecalux conta com potentes funcionalidades em relação ao controle e à reposição de stock. Se quiser conhecê-las mais profundamente, não hesite em solicitar-nos uma demonstração e um dos nossos especialistas encarrega-se de lhe mostrar as opções de configuração de forma personalizada.